Avançar para o conteúdo principal

Estar sentado mata



O que pensa que causa mais mortes na nossa sociedade? Ao invés do tabaco, poluição, criminalidade, suicídios e acidentes de trânsito …

É estar sentado!
Seja à frente do ecran do computador, da televisão, do prato, no carro ou no sofá, o seu corpo sofre ... e a sua expectativa de vida diminui. E o fenómeno está  a converter-se numa epidemia com o uso generalizado de computadores no trabalho.

A introdução de computadores nos escritórios, nas casas, locais públicos e até mesmo no transporte, tem aumentado a produtividade. Mas agora percebemos que esses benefícios estão em risco de ser cancelados ou superados pela catástrofe em grande escala da saúde pública, resultante da nossa nova forma de "trabalhar": sentado numa cadeira durante oito horas por dia, ou mesmo mais.
Doenças de coração, diabetes, obesidade e até mesmo cancro, os efeitos prejudiciais sobre a nossa saúde, que trazem o passar os dias sentado, estão superando as piores expectativas na saúde. 

A pior ameaça para o homem moderno

Apanhando frutos silvestres, trabalhando nos campos, caçando ou cuidando das tarefas domésticas ... no passado, a maior parte das nossas vidas passou-se de pé. Mas com a chegada da máquina de escrever, a televisão, e, finalmente, o computador, hoje, nós passamos mais tempo sentados do que em toda a história da humanidade: 9,3 horas por dia, ou seja, mais do que na nossa cama (7,22 horas diárias). E uma grande parte desse tempo em que estamos sentados, passa-mo-lo em frente da televisão: mais de quatro horas por dia, em média.
O nosso corpo não foi "projectado" para isto. E as suas dramáticas consequências começam-se a manifestar.

Risco de morte: +40%

Se passa mais do que seis horas por dia sentado, o seu risco de morrer nos próximos 15 anos é de 40%, mais do que alguém que fica menos de 3 horas por dia. E isso é verdade, mesmo que pratique algum desporto.
Na nossa sociedade, sem ser a dormir, uma pessoa passa, em média, 9,3 horas sentada, deitada ou meio deitada, quase 7 horas praticando uma actividade física de baixa intensidade, em pé ou caminhando, e pouco mais de meia hora praticando uma actividade física de alta intensidade (corrida, ou outro desporto).
A primeira consequência para a nossa saúde é, obviamente, a obesidade: entre 1980 e 2000, o tempo que dedicávamos ao desporto não mudou, continua a ser o mesmo, mas o tempo que passamos sentados aumentou 8%. Enquanto que a taxa de obesidade dobrou.

Isso é explicado pelo facto de que estar sentado não consume energia. Verifique o consumo de energia das seguintes actividades comparadas com estar sentado:

Consome mais 10% de calorias, se estiver em pé.
Consome mais 150% de calorias a caminhar.
Consome mais 220% de calorias a subir escadas

Mas os efeitos negativos na sua saúde, por estar sentado, não se manifestam só a longo prazo. O seu corpo começa a desconstruir-se, assim que o sente.

Como destrói estar sentado

Assim que se senta:

. A atividade elétrica nas pernas pára.

. Seu consumo de energia baixa para uma caloria por minuto.

.As enzimas que ajudam a decompor as moléculas de gordura diminuem 90%.

Depois de duas horas:

.O seu nível de colesterol HDL, o que muitos médicos chamam "bom" colesterol, diminuiu 20%.

Após 24 horas de inactividade total:

.A eficácia da insulina diminui em 24% e aumenta o risco de diabetes.

As pessoas que fazem trabalhos de escritório, ou qualquer outro tipo de trabalho, que implique estar sentado, o risco de sofrer de uma doença cardiovascular multiplica-se por dois.

Como sair da sua cadeira vivo

Para a maior parte de nós, estar a uma mesa  diante de um computador, 8 horas por dia é inevitável. E os 30 minutos de exercício diário recomendado, não compensa as oito horas sentado. Por isso, no trabalho deverá pôr em marcha pequenos gestos, como os seguintes:

  • Se tem um telefone fixo sem fio, ou quando fala ao telemóvel, aproveite para caminhar no escritório.
  • Utilize sempre as escadas em vez do elevador.
  • Se tem uma reunião com outra pessoa que não seja necessário tomar notas, por que não propor ao seu colega andarem enquanto falam? Além dos benefícios para a saúde, ao andar pode falar em pé lado a lado, em vez de frente a frente, o que facilita a comunicação. Criam-se laços de confiança, favorece a sinceridade, a reflexão e a clareza para expor o assunto, sendo o cérebro melhor oxigenado.
  • Se for comer fora do escritório, aproveite para dar um passeio. Se escolher um sítio mais longe, o passeio será maior e melhor.
  • Não se limite a esticar os braços, ou arrastar a cadeira para alcançar alguma coisa que está longe. Levante-se e ande!

Por muito concentrado que esteja o seu trabalho, obrigue-se a levantar-se a cada hora e meia.

Aprenda a fazer exercícios simples, que podem ser feitos na cadeira (de mobilidade, flexibilidade e respiração , que irão adicionar algum movimento ao seu dia de trabalho. Movimente uma bola anti-stress, para mover as mãos de vez em quando. Se vai para o trabalho de transportes públicos e faz um bom dia, saia uma paragem antes, e ande o resto a pé. Se vai de carro, estacione um pouco afastado de seu escritório.
Opte por aproximar-se da mesa do seu colega e fale com ele em pessoa, em vez de enviar e-mails. Considere organizar com os colegas, actividades desportivas comuns. Além de fazer exercício, servirá para fortalecer os laços entre os colegas e fazer uma equipa.


E acima de tudo... apague a televisão

As pessoas que passam três ou mais horas por dia assistindo à televisão, correm um risco de mais de 64% de morrer de um problema de coração. E atenção a esta notícia terrível: entre as pessoas que assistem TV três horas por dia ou mais, o nível de sobrepeso e obesidade é exactamente o mesmo, praticando desporto ou não.
Então já sabe: Saia do sofá. Cada hora adicional gasto assistindo televisão aumenta o risco de morte em 11%.


Texto original: Juan-M.Dupuis
Tradução e adaptação: Eugénia Gomes

Comentários

Mensagens populares deste blogue

5-HTP, alternativa natural contra a depressão

DESCRIÇÃO

5-HTP é o acrónimo de 5-hidroxitriptofano (ou 5-hidroxi-L-triptofano). Trata-se de um composto que se encontra fundamentalmente no cérebro. O 5-HTP forma-se a partir do triptofano, um aminoácido natural presente na dieta. O triptofano é um aminóacido essencial, o que significa que não pode ser fabricado pelo organismo e que deve obter-se a partir dos alimentos, especialmente das proteínas. No fígado e no cérebro, o 5-HTP transforma-se num neurotransmissor muito importante denominado serotonina. Os neurotransmissores são mensageiros químicos que transmitem sinais entre os neurónios no cérebro. 
A ingestão do 5-HTP aumenta a provisão corporal desta substância, o que dá lugar a níveis aumentados de serotonina no cérebro. A serotonina, também denominada 5-hidroxitriptamina ou 5-HT, desempenha um papel muito importante no controlo do comportamento e do humor. Influi em muitas actividades cerebrais normais e também actua como um grande regulador da actividade de outros neurotransm…

Melatonina: Um sonífero natural

A União Europeia finalmente autorizou um produto natural que ajuda a dormir melhor: A Melatonina
Se me pede a minha opinião, as pessoas que interditaram esta substância natural durante tantos anos, sem qualquer argumento científico, considerando que os distúrbios do sono afectam 25 a 40% da população, cometeram um crime grave contra os seus concidadãos.
Mas sejamos positivos, e voltemos aos benefícios que se podem ter ao tomar a melatonina:
Um meio eficaz contra a insónia
Assim que a luz do dia enfraquece, a sua glândula pineal, que está localizado no seu cérebro começa a secretar melatonina. Esta substância, que é uma hormona natural, prepara o corpo para dormir e descansar.
Com efeito, a glândula pineal está directamente ligado ao nervo óptico: ela está em sintonia com a luz. É por isso que a melatonina é conhecida como a hormona que regula o relógio biológico, também conhecido como ritmo vigília-sono ou o ritmo circadiano. É por isso que as pessoas cegas, muitas vezes têm problemas …

Os terríveis malefícios da Candida Albicans

Quando está infectada de Candida albicans, dizemos que tem "sapinho" ou mais precisamente "candidíase", a infecção fúngica mais comum. Candidíase é mais conhecida, para o público em geral, na forma de "sapinhos", essas manchas brancas na boca e lábios, coceira horrível. Os “sapinhos” afetam principalmente crianças e pessoas com sistema imunológico debilitado, (pessoas tratadas com antibióticos, quimioterapia ou com AIDS). O diagnóstico é óbvio, a maioria dos médicos não se enganam
Mas, na realidade, as nossas sociedades industriais estão infectadas com Candida albicans, muito além de pessoas que sofrem de aftas: 90% dos americanos têm uma taxa mais elevada do que o normal de Candida albicans no intestino; 80 milhões de pessoas estão infectadas, e 70% são mulheres. 
Muita da população tem micoses nos dedos, sob as unhas e, muitas vezes: mais frequentemente colónias de Candida albicans.
Começa com pequenas espinhas vermelhas nos dedos. As unhas dos pés tor…