Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

Publicação em destaque

Astaxantina : O antioxidante do Verão

Os pesquisadores têm trabalhado durante vários anos numa molécula produzida por micro-algas chamada astaxantina. Esta molécula é considerada por muitos como um nutriente importante, que nos permite lutar contra certas formas de stresse oxidativo, especialmente aqueles produzidos pelos raios do sol. É, portanto, um nutriente essencial nesta temporada porque o verão está finalmente aqui!
O que é a astaxantina ? A astaxantina é um pigmento cor-de-rosa ou vermelho natural que pertence à família dos carotenóides. Os carotenóides são nutrientes conhecidos por serem poderosos antioxidantes que protegem as nossas células contra os ataques de alguns radicais livres. A astaxantina é uma molécula produzida por algas unicelulares, como Haematococcus pluvialis. Na natureza, nada é coincidência e a astaxantina tem um papel bem definido e indispensável: serve para proteger as microalgas quando submetidas ao stresse destrutivo da degradação do seu habitat (água insuficiente, luz solar excessiva, temp…
Mensagens recentes

Mucuna Pruriens, contra a doença de Parkinson

Mucuna Pruriens, também conhecido por Feijão veludo ou Feijão-da-florida.
A natureza nunca deixa de nos surpreender. Se não, olhe para esta estranha planta leguminosa de origem tropical, também conhecida como Feijão de veludo, a Mucuna Pruriens.
É realmente impressionante, que esta planta usada há séculos pela Ayurveda, a medicina tradicional indiana, são-lhe atribuídas 200 indicações terapêuticas. Sim, leu bem : mais de 200. Isso faz com que, possivelmente, estejamos a falar de uma "super planta" medicinal, dada a sua capacidade de oferecer um remédio para um grande numero de doenças de diferente origem, tipo e condição.  Dentro da sua vagem encontra-se um extraordinário potencial de cura: desde um tónico potente ou restaurador, um excelente afrodisíaco, um antipirético contra a febre ou alívio da dor menstrual, até mesmo um antídoto para o veneno da picada de cobras, como a víbora malaya ou a cobra cuspidora.
E, no entanto, todas estas propriedades excepcionais são relegados p…

Saiba como a inflamação afecta o seu corpo

Por Carly Fraser
A Inflamação controla todos os aspectos da nossa vida. Se você ou alguém que conhece sofre de dores constantes, dor crónica, diabetes, doença cardíaca, acidente vascular cerebral, ADD / ADHD, neuropatia periférica, enxaqueca, cancro, problemas de tiróide ou problemas dentários, está constantemente a lidar com a inflamação. Aprender como a inflamação afecta o corpo, e o que pode fazer para a parar, é o primeiro passo para perceber todo o potencial do seu corpo.
Em vez de ir à raiz da causa, os médicos, quando estão perante os doentes que sofrem dos problemas acima mencionados, dão aos seus doentes medicamentos, para encobrir os problemas que continuam a manifestar-se e a piorar. Se lhes dissessem simplesmente que para melhorarem, têm que eliminar a inflamação do seu organismo, então, nunca mais teriam que tomar medicamentos.
A inflamação começa no nosso intestino, com uma reacção auto-imune que evolui para uma inflamação sistémica. Assim, podemos ver o quanto é import…

Atire-se aos Espargos!

O Espargo tem a forma de um dardo, uma arma formidável e simbolicamente pode significar as suas propriedades para combater o envelhecimento e a doença.
Os Espargos têm muitos nutrientes essenciais: são uma fonte de vitaminas A, C, E e K e de cromio, um mineral que aumenta a capacidade da insulina de levar a glicose para as células, tornando-se o seu combustível. Aumenta as suas capacidades naturais anti oxidantes: trazendo derivados de cisteína, aumenta a sua produção natural de glutationa, um potente composto desintoxicante e  antioxidante que ajuda a destruir as moléculas cancerígenas, como os radicais livres e os medicamentos tóxicos, tais como o paracetamol. É por isso que os espargos podem reduzir o risco de certos tipos de cancro, tais como cancro dos ossos, da mama, do cólon, da laringe e do pulmão. É também um alimento para consumir de apoio ao tratamento do cancro, particularmente para proteger o seu fígado.
O Espargo é um dos legume que tem uma maior actividade antioxidante…

O duo básico: Vitamina D3 e Vitamina K2

A carência de vitamina D: um aumento de 57 %  pode causar risco de morte prematura. A vitamina D3 é a forma mais assimilável da vitamina D.
Um amplo estudo publicado em Junho de 2014 no British Medical Journal, indicava que as baixas taxas de vitamina D, estão ligadas a um aumento da mortalidade em 57% combinadas todas as causas. Segundo um estudo elaborado por três especialistas, em vitamina D, (WB Grant, CF Garland e MF Holick), somente na Grâ Bretanha havia 22.000 mortes por cancro, seriam menos a cada ano, se a população tivesse uma taxa melhor de vitamina D.
Se estiver com carência desta vitamina (menos de 10 mg de vitamina D) deveria ter os seguintes valores (entre 50 e 75 mg) e obterá os seguintes feitos: - Uma descida de 50% no risco de ter um enfarte. - Uma descida de 80% no risco de ter esclerose múltipla. - Uma descida de 83% no risco de contrair uma gripe. - Uma descida de 50% no risco de ter fracturas e osteoporose. - Uma descida de 71% no risco de ter diabetes tipo I. - Uma d…