Avançar para o conteúdo principal

Homens, o que devem saber sobre a Próstata


O cancro da próstata é, nos homens, o menos perigoso, mas o mais traidor.

As estatísticas da Clínica Mayo (um centro hospitalar de ponta nos Estados-Unidos) publicadas no Jounal of Urology de Abril 2008, mostra que só 2% dos homens tiveram cancro da próstata de risco intermédio, e 5% tiveram de risco elevado e  morrem desta doença dentro de dez anos, após o diagnóstico.

Quanto aos doentes com cancro da próstata de baixo risco, que vivem após o diagnóstico, pelo menos, mais dez anos do que os homens, a quem nunca foi diagnosticado cancro! Parece incrível, mas, no entanto, é verdade, e isso é devido à supervisão médica activa de que beneficiam.

Mas o cancro da próstata é também o mais traiçoeiro, porque a maioria dos homens que são diagnosticados é-lhes oferecida uma operação para cortar a próstata, sem a chave para decidir se devem ou não aceitar.

Eles não podem tomar a decisão correcta porque:

  • Não sabem exactamente para que serve a próstata; não têm nenhuma ideia do que implica realmente uma vida sem próstata;
  •  Não medem os riscos reais da operação;
  • A ideia de ter o “cancro” assusta-os – e isso é compreensível – estão dispostos a submeterem-se a uma operação que os deixará inválidos, se lhes permitir “desembaraçarem-se” do problema;


Um tratamento que transforma homens em mulheres

O tratamento convencional da próstata envolve a remoção cirúrgica da próstata, que provoca a incontinência e a impotência, mas uma “hormonoterapia” que reduz artificialmente o nível de testosterona, a hormona masculina.

Isso implica não só, que você não possa fisicamente fazer amor, mas que o queira ainda mais. Não se passa nada consigo, incluindo o contacto, com a pessoa mais provocante.

Como as mulheres na menopausa, que têm afrontamentos, suores nocturnos. Seus músculos derretem, a sua memória evapora-se. Mais importante, você ganha peso e seus seios começam a crescer! (Isso é chamado de ginecomastia em termos médicos).

E, acredite ou não, não é o suficiente, mesmo que agora tenha os seios que queria, é bastante possível que estes sejam dolorosos, o que só contribui para o trauma e o insulto.

Para não mencionar dos riscos da cirurgia:

A próstata é uma glândula do tamanho de uma noz, localizado num acesso particularmente difícil de aceder, abaixo da bexiga, atrás do osso púbico. Como se trata de poucos milímetros da bexiga e do recto, e é cercado por muitos vasos sanguíneos, o menor corte de bisturi mal direccionado pode causar um desastre.

"Mesmo um cirurgião experiente pode concluir o procedimento num banho de sangue, sem a possibilidade de ver correctamente, o que tenta remover", diz o especialista da próstata Dr. Mark Scholz.

Salvar os nervos erectores pequenos (aqueles que dão ao homem a capacidade de erecção) torna-se uma proeza. Estes nervos, são mais finos do que um cabelo humano, e invisíveis a olho nu, não é surpreendente que, mesmo com os melhores cirurgiões, 50% dos homens se encontrem impotentes.

Apesar disso, centenas de milhares de homens a cada ano têm a sua próstata removida, inclusive quando eles estão sofrendo uma forma de cancro de "baixo risco", que como vimos, estende a esperança de vida de 10 anos!

Porque é você, quem deve decidir

Não é o seu médico quem irá levantar-se várias vezes por noite para urinar, para o resto dos seus dias, não é nem deve de ser ele a assumir, diante de uma mulher louca de desejo, incapaz de responder às suas solicitações.

Quando um médico lhe diagnostica cancro, a sua principal preocupação é a de tratar esse cancro. Isso é normal, e é a sua formação: curar os doentes.

Ele vai tratá-lo, esforçando-se para minimizar os "danos colaterais". Mas, o seu reflexo natural é de fazer o seu trabalho: operá-lo se for cirurgião, e fazer-lhe radioterapia, ou quimioterapia, se for oncologista…

Mas para si, o objectivo não é necessariamente remover o cancro: o seu objectivo é viver tanto tempo quanto possível, o melhor possível, mantendo as suas funções essenciais, se possível.

Em muitos casos de cancro, significa o mesmo: viver melhor e por mais tempo, a prioridade das prioridades é curar-se; garantir que não tem um tumor. E isso implica a cirurgia, a radioterapia, e a quimioterapia.

Mas no caso do cancro da próstata é diferente. Porque é um cancro que se desenvolve lentamente, deve considerar o fato de que vai ter uma longa vida após o diagnóstico. Isto muda a perspectiva sobre os efeitos adversos do tratamento. Porque eles vão afectar a sua vida por muitos anos.

Dependendo de sua idade, a sua situação pessoal, o seu estilo de vida, pode aceitar ou não, assumir o risco. Ninguém deve decidir por si.

Como se decidir

Para tomar a decisão certa, deve saber exactamente quais são os vários tratamentos médicos que existem, quais são os seus riscos e benefícios, incluindo muitos tratamentos alternativos.

Deve também, e é igualmente importante saber, como a vida de um doente que sofreu este tratamento, foi alterada, para o bem e para o mal. E tem necessidade de conhecer testemunhos de outros doentes.

Tomemos o caso de impotência sexual.

Falamos muito, mas o que implica isso exactamente? Como evolui a vida de um casal, em geral, quando um homem não tem mais as suas capacidades? Mesmo que possa imaginar, nada pode substituir a história de pessoas que se encontram nesta situação. Quando lhe mostram exactamente o que eles estão a viver, pode julgar melhor se sentir que se colocou nesta situação.

Isso pode alterar significativamente a sua percepção de "risco" que existe ao viver com o cancro da próstata.

Até muito recentemente, era impossível encontrar informação vital de modo condensado e confiável. Mas um livro foi publicado este ano, o qual faz exactamente isso:

Ele apresenta, uma linguagem clara, acessível e até divertida de ler:

• Todas as terapias convencionais do cancro da próstata, com as suas vantagens, e seus inconvenientes.

• As inovações mais recentes com robôs que operam, incluindo o "gigante de Tesla", a única máquina no mundo capaz de realizar ressonância magnética (IRM) endorretal da próstata com espectrografia;

• Todas as terapias naturais e alternativas, testadas para si;

• Tudo o que o seu médico se "esquecerá" de dizer no dia em que lhe anunciar que tem cancro da próstata;

• O que sente exactamente um doente antes, durante e depois de cada tratamento, e as implicações directas que isso tem na sua vida pessoal, trabalho, familiar e conjugal.

Este é um livro que foi escrito para ajudar todos aqueles que têm cancro da próstata, e que recebem de todos os lados diferentes opiniões, especialmente se deve operar ou não. 

É o livro "Não toque na minha próstata", Dr. Mark Scholz e Ralph Blum, recentemente publicado em francês. Eu considero indispensável em todas as bibliotecas: porque um dia você vai, inevitavelmente, preocupar-se com o cancro da próstata, ou porque você vai ser atingido, ou o seu cônjuge, ou o seu pai ou alguém próximo.

Este livro foi escrito por um médico americano especialista da próstata, o Dr. Mark Scholz, com um dos seus doentes, que diz exactamente o que vivenciou e sentiu em cada etapa de um cancro da próstata quando foi diagnosticado: como a sua esposa, os seus colegas, os seus amigos reagiram, todos os conselhos para que tudo se passe pelo melhor e os erros a evitar.

Você tem o ponto de vista técnico, médico, e do médico; e tem as consequências práticas, humanas, que o doente deve assumir. As duas faces da moeda são também importantes de conhecer. Você decide apenas com base no que o seu médico lhe disse, mesmo que ele seja um especialista, é como escolher um restaurante ouvindo apenas o que diz o chef, mas não os clientes.

Dou-lhe um exemplo, para que você possa medir o quanto este livro é prático, e pode ser o seu "manual da doença de cancro da próstata":
No capítulo 8, ele explica exactamente quais são os diferentes tratamentos para a impotência e o que eles trazem realmente no caso de decidir ser operado e que, por azar se encontre impotente.

No capítulo 20, encontra todos os conselhos, sobre nutrição e de complementos alimentares a serem seguidos conforme a evolução do seu cancro da próstata.
Mais do que um livro, é um amigo próximo que você tem do seu lado, que terá passado antes de si através de todas as provações que o aguardam, e que lhe dirá exactamente "como era", de modo a que possa escolher o seu próprio itinerário.

Não pensem que vos quero vender o livro para ganhar dinheiro. É exactamente o contrário. Se eu o recomendo, é realmente porque acho que é um bom livro que lhe irá servir.

Nós na Serdanatureza, ainda não lemos o livro, mas sabemos aconselhar os suplementos que pode tomar para prevenção e saúde da sua próstata e para a impotência, fica aqui a lista com os links para as respectivas paginas:

À vossa saúde!

Texto original: Jean-Marc Dupuis

Tradução e adaptação do texto: Eugénia Gomes



Comentários

Mensagens populares deste blogue

5-HTP, alternativa natural contra a depressão

DESCRIÇÃO

5-HTP é o acrónimo de 5-hidroxitriptofano (ou 5-hidroxi-L-triptofano). Trata-se de um composto que se encontra fundamentalmente no cérebro. O 5-HTP forma-se a partir do triptofano, um aminoácido natural presente na dieta. O triptofano é um aminóacido essencial, o que significa que não pode ser fabricado pelo organismo e que deve obter-se a partir dos alimentos, especialmente das proteínas. No fígado e no cérebro, o 5-HTP transforma-se num neurotransmissor muito importante denominado serotonina. Os neurotransmissores são mensageiros químicos que transmitem sinais entre os neurónios no cérebro. 
A ingestão do 5-HTP aumenta a provisão corporal desta substância, o que dá lugar a níveis aumentados de serotonina no cérebro. A serotonina, também denominada 5-hidroxitriptamina ou 5-HT, desempenha um papel muito importante no controlo do comportamento e do humor. Influi em muitas actividades cerebrais normais e também actua como um grande regulador da actividade de outros neurotransm…

Os terríveis malefícios da Candida Albicans

Quando está infectada de Candida albicans, dizemos que tem "sapinho" ou mais precisamente "candidíase", a infecção fúngica mais comum. Candidíase é mais conhecida, para o público em geral, na forma de "sapinhos", essas manchas brancas na boca e lábios, coceira horrível. Os “sapinhos” afetam principalmente crianças e pessoas com sistema imunológico debilitado, (pessoas tratadas com antibióticos, quimioterapia ou com AIDS). O diagnóstico é óbvio, a maioria dos médicos não se enganam
Mas, na realidade, as nossas sociedades industriais estão infectadas com Candida albicans, muito além de pessoas que sofrem de aftas: 90% dos americanos têm uma taxa mais elevada do que o normal de Candida albicans no intestino; 80 milhões de pessoas estão infectadas, e 70% são mulheres. 
Muita da população tem micoses nos dedos, sob as unhas e, muitas vezes: mais frequentemente colónias de Candida albicans.
Começa com pequenas espinhas vermelhas nos dedos. As unhas dos pés tor…

Falta de acidez no estômago - Hipoclorídria

Cãibras nas pernas durante a noite

Nunca lhe acontece acordar durante a noite com cãibras nas pernas, mesmo que não tenha feito qualquer esforço físico em particular? Você tem mais de 40 anos? Já experimentou tomar magnésio, cálcio, potássio - e, talvez, a vitamina E - e as suas cãibras aliviam um pouco, sem no entanto desaparecerem?
Se este for o seu caso, pode estar a sofrer de hopocloridria, um problema de saúde relacionado com a falta de ácido no estômago. O ácido no seu estômago é bom para si!
As paredes do estômago segregam pelo menos três litros de ácido por dia. Isto é feito através das células que revestem a parede do estômago, e são capazes de "bombear protões", isto para dizer, que para bombear iões hidrogenados do sangue, e de os trazer para o estômago. O ácido gástrico é, portanto, um concentrado de íoes hidrogenados (isto não é um curso de química, convido os leitores interessados a aprender mais sobre este fenómeno interessante, na página do Wikipedia correspo…