Avançar para o conteúdo principal

Quem ainda não toma a sua vitamina D?!


Apesar de já estarmos no inicio de Primavera, embora ainda com sabor a Inverno, colocamos aqui este texto para lembrar os benefícios da vitamina D. No nosso país, em que temos mais horas e dias de Sol do que os restantes países europeus, não deveria haver a carência desta vitamina, mas existe por diversos motivos, alguns deles são, o estar fechado em escritórios 8h ou mais horas ou o excesso de protectores solares, durante o Verão.

Em particular, pessoas com mais de 70 anos sintetizam 4 vezes menos vitamina pessoa D do que um jovem em exposição comparável, devido ao envelhecimento da pele. Uma pessoa idosa tem quase automaticamente carência de vitamina D. Da mesma forma, as crianças têm muitas vezes a deficiência de vitamina D, porque estão poucas vezes expostas ao sol.

De facto, a deficiência de vitamina D está ligada a uma grande variedade de problemas de saúde:
- Risco de fratura;
- Risco de certos tipos de câncer;
- Diabetes e doença de Parkinson;
- Risco de morte precoce;
- Risco de gripe;
- Depressão.

Todos estes riscos podem ser facilmente reduzidos: é suficiente informar o público de que cada um deve tomar vitamina D, de Outubro a Março. 

Meios naturais de ter um bom nível de vitamina D

Em princípio, a vitamina D é produzida naturalmente pelo nosso corpo, sob o efeito dos raios UVB do sol. Mas mesmo que o nosso corpo tenha o suficiente, deverá expor-se todos os dias, incluindo o tronco, por pelo menos 30 minutos, e ao meio-dia.

Para aqueles de entre nós que vivem em regiões frias ou chuvosas, ou que trabalham em escritórios, este é um desafio impossível de satisfazer de Outubro a Março, no mínimo. Tomar suplementos é, por isso necessário, e deve mesmo ser sistemático em pessoas com mais de 70 anos, porque a pele absorve quatro vezes menos UVB do que a dos outros, e, portanto, quase não sintetizam vitamina D.

Mas, mesmo se você é jovem e esteve muito exposto no Verão, deverá estar ciente de que as reservas de vitamina D que fez, hoje já deverão estar esgotadas. Na verdade, o seu corpo consome 5.000 UI (unidades internacionais) por dia, são cerca de 50 vezes mais, do que consome na sua alimentação.
Infelizmente, não pode mesmo contar com os alimentos enriquecidos com vitamina D, incluindo o leite: é um simples argumento de marketing para compra-lo, sem nenhum benefício real. Os alimentos enriquecidos com vitamina D oferecem apenas uma pequena porção das doses oficiais recomendadas. Em qualquer caso, não têm qualquer efeito sobre as doenças, susceptíveis de serem melhoradas pela vitamina D.

Que quantidade ?

Você precisa de uma taxa de vitamina D no seu plasma, acima de 30ng/mL, a quantidade ideal situa-se entre os 30 e os 60ng/mL.

Mas como não pode passar o seu tempo a fazer análises de sangue, não tem escolha, senão controlar a quantidade de vitamina D que absorve.

Nas crianças durante o período de crescimento, incluindo a adolescência, as necessidades de vitamina D andam entre os 600 a 1500 UI por dia.

A mesma dose é recomendada para adultos. No entanto, depois dos 60 anos, normalmente recomendamos 1.000 a 1.500 unidades por dia. Esta suplementação é essencial por causa da diminuição da capacidade da pele de sintetizar a vitamina D.

Desde 2007, para mulheres grávidas e a amamentar, a sociedade canadense recomenda a ingestão oral de 2000 UI por dia.
Para um adulto saudável, é aconselhável uma dose diária de 600 a 1500 UI de vitamina D adicional por dia, o que não é problema, se comprar um suplemento com a dose correcta.

Note também, que não tem absolutamente nenhum risco de intoxicação com esta dose: de acordo com o especialista mundial de vitamina D, Professor Holick, "provavelmente teria de tomar entre 30.000 e 50.0000 UI por dia, durante um longo período, para correr o risco de ser envenenado.

Que forma escolher? 

Existem várias formas de vitamina D no comércio. Mas só uma corresponde à vitamina D produzida naturalmente pela pele: é a vitamina D3, ou colecalciferol.
Parece que tem uma actividade biológica mais elevada, porque, quando damos aos homens uma dose de 50.000 IU, a taxa permanece mais elevada no sangue, depois de três dias, quando há outras formas de vitamina D tais como a D2.

A vitamina D3 é, experimentalmente, um potente inibidor de tumores. Ela pode "ordenar" às células cancerosas que se comportem como células saudáveis novamente. Ela promove o suicídio celular e retarda a sua proliferação. Existe actualmente vária marcas que suplementos,

Para facilitar a absorção, deve consumir a vitamina D3 com gordura, por isso, no meio de uma refeição.
Existem em forma de cápsulas de gel e em liquido, nós recomendamos as seguintes marcas:

Solgar:

Nordic Naturals:

Now Foods:
Observação: Por favor, note que tomar vitamina D reduz o risco de gripe. No hemisfério norte, a gripe ocorre, principalmente, de Outubro a Março, enquanto no hemisfério sul, ocorre de Abril a Setembro. Estes surtos coincidem com níveis mais baixos de vitamina D na população durante esses períodos.


Cabe-vos a vós fazerem a escolha.

À vossa saúde !


Texto original: Jean-Marc Dupuis
Tradução e adaptação: Eugénia Gomes





Comentários

Mensagens populares deste blogue

5-HTP, alternativa natural contra a depressão

DESCRIÇÃO

5-HTP é o acrónimo de 5-hidroxitriptofano (ou 5-hidroxi-L-triptofano). Trata-se de um composto que se encontra fundamentalmente no cérebro. O 5-HTP forma-se a partir do triptofano, um aminoácido natural presente na dieta. O triptofano é um aminóacido essencial, o que significa que não pode ser fabricado pelo organismo e que deve obter-se a partir dos alimentos, especialmente das proteínas. No fígado e no cérebro, o 5-HTP transforma-se num neurotransmissor muito importante denominado serotonina. Os neurotransmissores são mensageiros químicos que transmitem sinais entre os neurónios no cérebro. 
A ingestão do 5-HTP aumenta a provisão corporal desta substância, o que dá lugar a níveis aumentados de serotonina no cérebro. A serotonina, também denominada 5-hidroxitriptamina ou 5-HT, desempenha um papel muito importante no controlo do comportamento e do humor. Influi em muitas actividades cerebrais normais e também actua como um grande regulador da actividade de outros neurotransm…

Melatonina: Um sonífero natural

A União Europeia finalmente autorizou um produto natural que ajuda a dormir melhor: A Melatonina
Se me pede a minha opinião, as pessoas que interditaram esta substância natural durante tantos anos, sem qualquer argumento científico, considerando que os distúrbios do sono afectam 25 a 40% da população, cometeram um crime grave contra os seus concidadãos.
Mas sejamos positivos, e voltemos aos benefícios que se podem ter ao tomar a melatonina:
Um meio eficaz contra a insónia
Assim que a luz do dia enfraquece, a sua glândula pineal, que está localizado no seu cérebro começa a secretar melatonina. Esta substância, que é uma hormona natural, prepara o corpo para dormir e descansar.
Com efeito, a glândula pineal está directamente ligado ao nervo óptico: ela está em sintonia com a luz. É por isso que a melatonina é conhecida como a hormona que regula o relógio biológico, também conhecido como ritmo vigília-sono ou o ritmo circadiano. É por isso que as pessoas cegas, muitas vezes têm problemas …

Os terríveis malefícios da Candida Albicans

Quando está infectada de Candida albicans, dizemos que tem "sapinho" ou mais precisamente "candidíase", a infecção fúngica mais comum. Candidíase é mais conhecida, para o público em geral, na forma de "sapinhos", essas manchas brancas na boca e lábios, coceira horrível. Os “sapinhos” afetam principalmente crianças e pessoas com sistema imunológico debilitado, (pessoas tratadas com antibióticos, quimioterapia ou com AIDS). O diagnóstico é óbvio, a maioria dos médicos não se enganam
Mas, na realidade, as nossas sociedades industriais estão infectadas com Candida albicans, muito além de pessoas que sofrem de aftas: 90% dos americanos têm uma taxa mais elevada do que o normal de Candida albicans no intestino; 80 milhões de pessoas estão infectadas, e 70% são mulheres. 
Muita da população tem micoses nos dedos, sob as unhas e, muitas vezes: mais frequentemente colónias de Candida albicans.
Começa com pequenas espinhas vermelhas nos dedos. As unhas dos pés tor…