Avançar para o conteúdo principal

“Juicing” Sumos que curam


De há vinte anos para cá, uma verdadeira loucura apoderou-se do “movimento bio-orgânico” nos Estados Unidos, que, já cruzou o oceano e chegou apenas a alguns países Europeus: a loucura do “juicing”.
“Juicing” vem da palavra “juice”, sumo, que consiste simplesmente em fazer na sua casa sumos frescos de legumes e frutas cruas, para consumir diariamente, mesmo várias vezes ao dia, para obter um efeito determinado sobre a saúde.
De facto, não se trata só de de disfrutar, alguns sumos são realmente deliciosos. Segundo os especialistas dos sumos, há combinações:

  • Contra enxaqueca
  • Para dormir melhor
  • Contra as impurezas da pele
  • Como “elixir da juventude”
  • Contra o inchaço abdominal
  • Para preparar o estômago antes de uma refeição copiosa
  • Para remineralizar-se

Um exemplo de um sumo muito simples, que se pode fazer à noite: misture duas maçãs com um aipo grande. Ajuda a relaxar e a dormir melhor. A mistura não só é bastante saudável, como muito rica em nutrientes.

Como funciona?

Existem quatro razões principais, que o/a podem motivar a fazer os seus próprios sumos:

  1. Os sumos ajudam a absorver mais nutrientes, do que os vegetais inteiros. E isto é importante porque a maioria de nós, sofre de digestão, pelos maus hábitos alimentares adquiridos durante anos. A extracção do sumo dos vegetais crus, permite esmagar as fibras e, absorver mais facilmente os valiosos nutrientes.
  2. O sumo de vegetais é um elemento vivo que tem muitas virtudes. Tem o mérito de ajudar a reconstruir as mucosas digestivas, o que é muito interessante e útil em caso de colite, gastrite e inflamações em geral; contém todos os nutrientes dos vegetais sem as fibras insolúveis, que são as partes mais rijas, mas com as fibras solúveis, que são fermentadas pelas nossas bactérias e fortalecem o nosso intestino.
  3. Os sumos permitem comer mais legumes frescos. À maioria das pessoas, dá muito trabalho tomar (comer) 5 frutas e legumes por dia, quando provavelmente lhes faz mais falta 8 ou 10 legumes em vês de fruta. Ao beber um copo de sumo, fornecerá directamente ao seu corpo, o melhor do que há em vários legumes.
  4. Permitem tomar mais variedades de legumes. A maioria come as mesmas saladas todos os dias, o que acaba por as cansar. No entanto, é muito fácil fazer sumos dos legumes que usualmente não consome. Também lhe dará a oportunidade de descobrir novos sabores e combinações surpreendentes (como por exemplo a maçã com o aipo).
Os sumo são uma forma fantástica de revitalizar o organismo, devido a terem uma alta concentração de princípios nutritivos e elementos energéticos.


Que frutas e legumes utilizar?

Os sumos de frutas são deliciosos, e as misturas de frutas e legumes e por vezes com alguma coisa mais, graças ao ligeiro sabor amargo ou ácido, como o do aipo, dos espinafres ou das folhas de couve.
No entanto, se tem peso a mais, se tem tensão arterial alta, diabetes ou risco cardíaco, o melhor é tomar sumos de legumes orgânicos, especialmente legumes verdes (em vez de frutas, que são ricas em açucares).
O mais incrível é que pode fazer sumos com qualquer fruta ou legume (excepto com banana e abacate, que só pode fazer batidos, ou se usar uma máquina potente de última geração e alta velocidade, capaz de lhes extrair o sumo). Pode fazer sumo de tomate, cenoura e beterraba, no entanto, estes são muito doces.  
Na verdade, os grandes clássicos do “juicing” são os das folhas de couves de todo o tipo (branca, vermelha, verde, frisada...) os brócolos, o aipo, os nabos, o pepino, a erva-doce, a salsa, as endívias, abobrinha, os pimentos vermelhos, amarelos e verdes, as ervilhas, o alho e a cebola (da cebola pouca quantidade, porque não é fácil de digerir e produz gases). Pode sempre adicionar um pedaço de gengibre e sumo de limão ou de lima.
Para melhorar o sabor, pode sempre juntar uma gota de stévia ou  outro adoçante natural como o mel ou o alcaçuz, e que vai bem com os sumos de legumes.
Vai-se aperceber de que as combinações são infinitas, e irá obter os sabores mais variados, em geral muito agradáveis. É uma verdadeira aventura no mundo dos sabores esquecidos, além de, uma mais valia de nutrientes para o seu corpo.



A organização

O problema do “juicing” é que requer uma certa organização, já que necessita de um aparelho especial para tirar partido de todo o potencial dos legumes. Além de que, o sumo não se conserva, uma vez que o tem de beber de imediato, antes que oxide, por isso é impossível fazer uma grande quantidade de uma só vez, para o ir tomando a pouco e pouco.
Para fazer sumos algumas pessoas utilizam uma centrifugadora, que se pode adquirir a um preço acessível, mas que tem o inconveniente de não extrair correctamente todo o sumo e polpa. Na maioria das centrifugadoras, parte das frutas e legumes acabam no lixo em vez do copo.
Por isso, o único aparelho realmente eficaz para fazer sumo de legumes é uma liquificadora ou uma centrifugadora topo de gama.
São muito mais caras, mas aproveita-se muito mais sumo e nutrientes. As boas centrifugadoras tem ainda a vantagem de manter o sumo todo dia, a salvo da oxidação.
No entanto, é essencial escolher um modelo simples, que tenha uma fácil instalação e limpeza, senão, de contrário acabará por não ser utilizado. Se vai fazer sumos para uma só pessoa, existem centrifugadoras manuais que podem servir e que são muito mais baratas.

Um último conselho

Comece a fazer sumos com os legumes que consome habitualmente, para que os sabores lhe sejam familiares e agradáveis. É muito importante saber escutar o seu corpo. Portanto, tome um copo de sumo com o pequeno almoço, e assegure-se que não sente desconforto no estômago durante a manhã. Se o seu estômago faz ruídos estranhos, é porque não suporta um ou vários legumes. No meu caso, dei-me conta de que não posso beber uma grande quantidade de sumo de couve, o que é uma pena, porque é muito bom e as suas propriedades contra o cancro estão provadas.

À vossa Saúde

Texto original: Juan-M Dupuis
Tradução e adaptação: Eugénia Gomes

Comentários

Mensagens populares deste blogue

5-HTP, alternativa natural contra a depressão

DESCRIÇÃO

5-HTP é o acrónimo de 5-hidroxitriptofano (ou 5-hidroxi-L-triptofano). Trata-se de um composto que se encontra fundamentalmente no cérebro. O 5-HTP forma-se a partir do triptofano, um aminoácido natural presente na dieta. O triptofano é um aminóacido essencial, o que significa que não pode ser fabricado pelo organismo e que deve obter-se a partir dos alimentos, especialmente das proteínas. No fígado e no cérebro, o 5-HTP transforma-se num neurotransmissor muito importante denominado serotonina. Os neurotransmissores são mensageiros químicos que transmitem sinais entre os neurónios no cérebro. 
A ingestão do 5-HTP aumenta a provisão corporal desta substância, o que dá lugar a níveis aumentados de serotonina no cérebro. A serotonina, também denominada 5-hidroxitriptamina ou 5-HT, desempenha um papel muito importante no controlo do comportamento e do humor. Influi em muitas actividades cerebrais normais e também actua como um grande regulador da actividade de outros neurotransm…

Melatonina: Um sonífero natural

A União Europeia finalmente autorizou um produto natural que ajuda a dormir melhor: A Melatonina
Se me pede a minha opinião, as pessoas que interditaram esta substância natural durante tantos anos, sem qualquer argumento científico, considerando que os distúrbios do sono afectam 25 a 40% da população, cometeram um crime grave contra os seus concidadãos.
Mas sejamos positivos, e voltemos aos benefícios que se podem ter ao tomar a melatonina:
Um meio eficaz contra a insónia
Assim que a luz do dia enfraquece, a sua glândula pineal, que está localizado no seu cérebro começa a secretar melatonina. Esta substância, que é uma hormona natural, prepara o corpo para dormir e descansar.
Com efeito, a glândula pineal está directamente ligado ao nervo óptico: ela está em sintonia com a luz. É por isso que a melatonina é conhecida como a hormona que regula o relógio biológico, também conhecido como ritmo vigília-sono ou o ritmo circadiano. É por isso que as pessoas cegas, muitas vezes têm problemas …

Os terríveis malefícios da Candida Albicans

Quando está infectada de Candida albicans, dizemos que tem "sapinho" ou mais precisamente "candidíase", a infecção fúngica mais comum. Candidíase é mais conhecida, para o público em geral, na forma de "sapinhos", essas manchas brancas na boca e lábios, coceira horrível. Os “sapinhos” afetam principalmente crianças e pessoas com sistema imunológico debilitado, (pessoas tratadas com antibióticos, quimioterapia ou com AIDS). O diagnóstico é óbvio, a maioria dos médicos não se enganam
Mas, na realidade, as nossas sociedades industriais estão infectadas com Candida albicans, muito além de pessoas que sofrem de aftas: 90% dos americanos têm uma taxa mais elevada do que o normal de Candida albicans no intestino; 80 milhões de pessoas estão infectadas, e 70% são mulheres. 
Muita da população tem micoses nos dedos, sob as unhas e, muitas vezes: mais frequentemente colónias de Candida albicans.
Começa com pequenas espinhas vermelhas nos dedos. As unhas dos pés tor…